ainda o tempo

é espantoso como, por mais tempo que estejamos afastadas, quando nos encontramos parece que foi ontem que estivemos juntas pela última vez. nem sempre o tempo está a nosso favor. ora por compromissos de uma, ora de outra. depois que a Cice nasceu ainda pior. parece que tenho de me multiplicar em muitas, tipo os tentáculos de um polvo. mas o tempo foge-me entre os dedos. a minha filha está acima de qualquer coisa. sei que as minhas amigas compreendem. depois fico deliciada, por ela também agir como se tivesse sido ontem a última vez que esteve com a "tia" J. e com o "tio" R. quando na realidade já se passaram muitas horas e dias . prometemos sempre que não pode passar tanto tempo. eu não quero que passe tanto tempo. faz-me falta. hoje quando acordou perguntou por vocês. queria ir brincar às escondidas com o "tio" R. e puxar o "porco" com a "tia" J.