segunda-feira

dia de folga, 8:30.
na oficina com o carro para fazer revisão dos não sei quantos quilómetros.
o "recepcionista" recebe o carro, preenche a papelada no computador e pergunta:
- tem a chave da porca de segurança?
não percebi nada do que ele disse à primeira. deve falar para dentro - defeito que tanta gente diz que eu tenho... à segunda já percebi que não estava a pedir a chave suplente do carro, mas sim uma qualquer que tinha a ver com os pneus.
interroguei-me como seria e onde estaria.
disse o homem que normalmente as guardam no porta-luvas...
abri. ainda bem que foi a medo, porque me começaram a saltar fraldas (a gaja já as deixou em breve há um ano...) pensinhos do dia, sem ser do dia, tampões, um pacote de bolachas, um São Cristovão, canetas, lenços de papel, flores secas, lanterna e assim de cabeça, é o que me lembro...
no cantinho, bem lá no cantinho, lá estava um saquinho mal amanhado com as ditas chaves de segurança para as porcas dos pneus...
felizmente o senhor pediu-me e não deixou que os empregados da oficina o procurassem por mim! não sei bem o que diriam com aquela panóplia de objectos!!